TRT-ES homenageia personalidades com Ordem do Mérito

Autoridades, magistrados e servidores públicos que se destacaram por suas atividades em prol do Direito e da Justiça do Trabalho vão receber a comenda Ordem Capixaba do Mérito Judiciário do Trabalho 2014. A cerimônia de entrega das insígnias será realizada hoje, às 19h30, no Centro de Convenções de Vitória.

Imprimir

MPT debate regulamentação da atividade de motoboy

Em audiência realizada na quarta-feira (02), no Ministério Público do Trabalho (MPT), em Vitória, representantes do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Departamento de Trânsito do Espírito Santo (Detran-ES) e do Sindicato dos Motociclistas Profissionais do Espírito Santo (Sindimotos-ES) voltaram a debater sobre a regulamentação do serviço de mototáxi no estado do Espírito Santo. De acordo com informações dos representantes do Sindimotos, o serviço foi regulamentado apenas pelos municípios de São Mateus, Ecoporanga, Linhares e Vitória, existindo ainda a falta de fiscalização pela polícia de trânsito.

Imprimir

Lançada sexta edição da série MPT em Quadrinhos

Assédio moral no trabalho é o tema da 6º edição da série MPT em Quadrinhos lançada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Caracterizado pela exposição dos trabalhadores a situações humilhantes e constrangedoras, repetitivas e prolongadas durante o exercício de suas atividades no decorrer da jornada de trabalho, o assédio moral pode ocorrer na relação entre chefe e funcionário e também entre colegas.

Imprimir

Procedimento Eletrônico do MPT: conheça as vantagens do sistema

Todos os procedimentos relacionados à atividade-fim do Ministério Público do Trabalho (MPT) estão tramitando exclusivamente no formato digital desde a segunda-feira, dia 22/9. Além de facilitar o acesso para o cidadão via internet, o procedimento eletrônico elimina etapas do trâmite dos autos em papel e resulta em mais celeridade no andamento das denúncias.

Imprimir

Estado tem 9º maior índice de trabalhadores rurais em situação informal do País

O Espírito Santo é o 9º colocado no índice de informalidade de trabalhadores no setor rural. Dados apresentados por representantes do Grupo de Trabalho Interinstitucional (Getrin) aos representantes dos trabalhadores rurais durante roda de conversa realizada no auditório do Ministério Público do Trabalho (MPT), em Vitória, mostram que o Estado tem uma média de 74,2% de seus trabalhadores rurais atuando na informalidade. Esse número coloca o Espírito Santo entre os Estados que historicamente registram casos de desrespeito à legislação trabalhista. Dentre os municípios que apresentam os maiores índices de informalidade no Estado estão Ibitirama (93,8%), Ibatiba (93%), Brejetuba (92%), Iúna (90,7%) e Afonso Cláudio (89,8%).

Imprimir